Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Genny

as perguntas de uma adolescente...

Olá blog!

Vou escrever mais um bocadito, porque queria partilhar contigo uma conversa que tive com uma adolescente e também porque fiquei um pouco confusa.

Como te deves lembrar, eu já referi que sou mãe e tenho uma relação muito aberta e franca com a minha tesouro. Sabes, comigo não foi assim, os meus já têm uma certa idade e havia assuntos que eram tabu, como por exemplo o assunto sexo.  Sempre pensei que se algum dia tivesse filhos a informação iria ser diferente, mais aberta e sem tabus. Assim o pensei, assim o faço. Um dia destes começa assim a conversa:

- Mãe, podemos falar sobre sexualidade?

- Sim, claro. (Oh, meu Deus, o que é que vem aí? Vamos lá a ver se sei responder)

Apesar de conversar tudo com ela, também é necessário saber conversar com o vocabulário adequado para a respectiva idade. Respondi como sabia e também com o bom senso de qualquer mãe que se preze.

Agora é que vem a minha confusão.

- Sabes eu faço-te estas perguntas, porque sempre me explicaste tudo desde bem pequena e eu disse isso às minhas colegas. Há pelo menos duas  que ficaram muito admiradas, porque as mães delas nem do período lhes falam. Assim, elas perguntam-me e depois eu tento explicar a elas.

Amigo blog, caí para o lado!

Não sou a mãe perfeita, nem para lá caminho, mas nos dias de hoje ainda há necessidade de ouvir isto? As mães destas miúdas devem ser da minha idade, têm acesso a informação, porque não avisar e informar as filhas e filhos? Será que é depois da queda que elas as vão apanhar ou devemos sim evitar que eles caiam? Sinceramente fiquei bastante confusa, porque pensei que esta fase já estava ultrapassada. Eu continuo a achar que não estou errada ao passar toda a informação possível e acima de tudo tentar ajudar no que sei à minha filha. Também sei que apesar de estar informada tudo pode acontecer, mas pelo menos tenho consciência que não a deixei desamparada.

Estás a ver porque fiquei confusa blog? Pelo menos já escrevi um bocadito contigo e relatei as minhas dúvidas depois de uma conversa com uma adolescente.