Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Genny

um dia

Lembro-me de ler um texto, no meu livro de português da terceira classe, que contava a história de um homem que tinha perdido um tesouro. A minha professora começou a perguntar à turma qual tinha sido o tesouro que o homem tinha perdido. Deste texto recordo-me que falava de pérolas e, claro está, que pensámos que era isso. Mas era uma coisa tão simples que estava escrita no final do mesmo. Aquele homem estava triste, porque tinha perdido UM DIA!

Hoje, quando falo com várias pessoas, conhecidas ou "pessoas de paragem de autocarro", a sensação que todos temos é que o tempo está a passar depressa demais.

Acordar, levantar, tomar banho, preparar, sair de casa, trabalhar, hora de almoço, trabalhar, sair, ir para casa, actividades domésticas, dormir. Meu Deus, já é manhã outra vez!!!

Neste momento sinto-me como aquele homem que perdeu um dia da vida dele. Será que estamos a vivê-lo bem? Vale a pena este corre corre desenfreado? Estamos a aproveitar todos os minutos do dia para dar um sorriso a quem mais gostamos? Estamos a aproveitar os minutos para dizer aquela pessoa que gostamos dela? Estamos a aproveitar os minutos para sermos humanos o suficiente para saber que errámos e devemos pedir desculpa?

Honestamente, acho que não. Assim vamos perdendo os dias da nossa vida. Assim vamos perdendo os dias da nossa vida, que não voltam para trás. Pérolas, há algumas. Dinheiro, há algum. Dias, só passam uma vez na nossa vida. Tanta coisa simples que podemos fazer e parar um minuto que seja para a realizar, para chegarmos ao fim do dia e dizer "Hoje vivi!"