Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Genny

vazio

Sinto-me vazia, oca por dentro. Já por diversas vezes que aqui venho para postar alguma coisa e nada sai. Tenho um nó tão grande na garganta que me ata a vontade de viver. Por vezes paro um pouco e penso na minha vida, nos anos que já passaram. Poucas coisas úteis encontro...continuo a sentir-me bastante insignificante, porque acredito que se desaparecesse tudo continuava na mesma. Sei perfeitamente que devo agradecer o facto de ter um tecto para me abrigar, de ter uma filha que amo mais que tudo no mundo, de ainda ter um emprego, mas como todo o ser humano não me sinto preenchida. Não estou a gostar da pessoa que me tornei, gorda como tudo, sem coragem para mudar. A  frustração tomou conta da minha vida e os meus sonhos ficaram lá atrás.

Desculpa blog estar sempre a falar do mesmo, mas como deves saber não tenho com quem conversar estes meus devaneios. Aproveito a tua existência para conversar contigo, porque sei que não me atiras pedras por sonhar acordada.

Não te vou maçar mais...   

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.